>>>A ilha da felicidade
Foto: Samara Morris

A ilha da felicidade

De 28 de julho a 6 de setembro, a ilha de Obonjan, na Croácia, só tem uma missão: fazer-nos felizes.
U
ma ilha paradisíaca para exploradores de espírito livre que querem festejar, relaxar-se e aprender”. Ou seja, tudo o que se deseja de umas férias. Para tornar realidade este lugar de sonho, os promotores do Hideout Festival alugaram uma ilha de 1,5 km de extensão e 450 m de largura, em frente à cidade croata de Šibenik. Obonjan é a sua forma de lutar contra o tempo. “Adoramos os festivais, mas vão e vêm tão rápido… Esta é a nossa oportunidade de criar algo mais duradouro”. Quem diz isto é Dan Blackledge, cofundador da Sound Channel e um dos cérebros deste projeto. A efémera felicidade dos festivais prolonga-se aqui durante oito semanas, nas quais, além de música, há espaço para a arte, o desporto e o bem-estar.
En Obonjan, los conciertos y fiestas conviven con clases de yoga y sesiones de meditación.
Foto: Paula Andreewitch

O jardim da Europa

“É o sonho de qualquer chef: Ter produtos extraordinários à porta de casa”. Sam Letteri, o cozinheiro encarregado de criar as ementas oferecidas pelos cinco restaurantes da ilha, confessa que ainda não se habituou à abundância de peixe e legumes frescos que a Croácia proporciona.

Antes de se converter na ilha da felicidade, Obonjan foi a ilha da juventude. O nome foi herdado da década de 70, quando os escuteiros organizavam aqui acampamentos de verão. Até construíram um anfiteatro, o mesmo que serve de palco para os principais concertos. Depois a ilha voltou a ficar desabitada, embora não completamente: Mirko e o seu cão Jimmy vivem ali desde 2008. A partir de 28 de julho terão a companhia de 800 felizardos, dispostos a esquecerem a rotina para se dedicarem à diversão a tempo inteiro.
As opções não faltam. A música estará presente dia e noite no anfiteatro, onde tocarão os cabeças-de-cartaz, e no Rum Bar, com concertos mais íntimos. Será possível ouvir desde eletrónica até música clássica, sendo o equilíbrio entre festa e descontração um dos segredos de Obonjan. As sessões de meditação e ioga ao ar livre serão de grande ajuda na procura deste equilíbrio, como também o jacuzzi, a sauna e os banhos de vapor. Quem quiser ir mais longe pode receber massagens e tratamentos curativos no centro de bem-estar dirigido por Lily Lawson O’Neil, fundadora do londrino The Well Garden.
Los menús se han elaborado a partir de ingredientes locales con el marisco, los vegetales y las especias como protagonistas
Foto: Mike Cooper

A felicidade continua

Para além da ilha, há muito mais para fazer. Com partida de Obonjan são organizadas excursões ao paraíso náutico das ilhas Kornati, aos lagos de Plitvice e ao Parque Nacional Krka, conhecido pelas suas cascatas, onde se pode dar um mergulho.

Também está prevista uma vasta programação de oficinas para quem considera que devemos estar sempre a aprender. Astronomia, filosofia, arquitetura, conservação marinha, os temas são variados e as lições estão a cargo de especialistas e ativistas, como Jules Evans e Tim ‘Mac’ Macartney, habitués nas palestras TEDx. Outro dos convidados excecionais é a arte em todas as suas formas: uma galeria variável com exposições temporárias e permanentes será distribuída por toda a ilha, tanto na superfície, como nas profundidades. O jardim de esculturas submarino, da artista Celia Gregory, é uma das instalações mais esperadas, mas não será a única surpresa à nossa espera em Obonjan. Felizmente temos dois meses para descobri-las.
La cascada Skradinski Buk cae sobre una piscina natural de aguas cristalinas

Artigos relacionados

O festival itinerante no mar Adriático

De ilha em ilha, parando em sete destinos babilónicos da costa croata, uma aventura hedonista pelo paraíso para usufruir do...

Debaixo do sol da Toscana croata

Paisagens salpicadas de vinhas e cidades com ar medieval. A península de Ístria destila essência mediterrânea a norte do Adriático....

‘Crazy in love’ em Hvar

Compete com Ibiza e Saint-Tropez e até Beyoncé procura inspiração nas suas costas. O destino da moda está na Croácia...

Os museus móveis de Quioto

De ritual a demonstração de opulência. Apesar de a sua motivação se ter vindo a alterar, o festival Gion Matsuri...