>>>As aventuras do Gigante de cristal

As aventuras do Gigante de cristal

Um gigante recebe as 700 mil pessoas que visitam anualmente o resplandecente mundo da Swarovski, no Tirol. É o guardião das Câmaras das Maravilhas.
A

ndré Heller sempre teve uma imaginação transbordante. Em criança imaginava que uns gigantes viviam no Palácio de Schönbrunn, em Viena. Saíam à noite para passear e transformavam-se em pedra durante o dia. Quando a empresa Swarovski lhe propôs criar um “mundo de cristal”, em 1995, o artista austríaco lembrou-se destes passeantes noturnos.

Assim nasceu o Gigante, o guardião do Swarovski Crystal Worlds, no coração do Tirol. Wattens, a menos de meia hora de Innsbruck, foi o lugar escolhido para instalar este lugar fantástico. Nesta cidade escondida nos Alpes austríacos, um joalheiro da Boémia fundara a famosa marca Swarovski, cem anos antes. Os seus apreciados cristais são a inspiração e a principal matéria-prima do mundo que podemos contemplar nas entranhas do Gigante.

Swarovski Crystal Worlds
A renovação e a ampliação do Swarovski Crystal Worlds ficaram concluídas em 2015.

A viagem do gigante

Na bilheteira podemos adquirir este livro de contos repleto de puzzles interativos e dados interessantes que guiará os pais e os filhos pelo Swarovski Crystal Worlds. Cada um receberá uma lanterna para descobrir melhor todos os segredos deste parque temático do cristal.

Coberto de vegetação, a sua gigantesca cabeça é a porta de entrada para as Câmaras das Maravilhas, onde é possível encontrar obras de arte de artistas como Andy Warhol ou Salvador Dalí. Entre elas merecem destaque o Crystal Dome, uma cúpula formada por 595 espelhos, que pretende imitar o interior de um cristal, e o Centenar, um cristal com 100 facetas, o maior do mundo talhado à mão. Mas não se deixe cegar por este museu resplandecente, pois o Swarovski Crystal Worlds é também um lugar para explorar, brincar e criar.

As crianças têm um lugar de honra neste mundo de cristais e gigantes. Ao contrário de O Gigante Egoísta, de Oscar Wilde, que construiu um muro para evitar que brincassem no seu jardim, aqui os miúdos (e também os graúdos) são bem-vindos para correrias pelos 7,5 hectares de campos que rodeiam a cabeça do Gigante. Rodeado de montanhas, foi ampliado por ocasião do seu 20.º aniversário. No jardim, tal como no interior das Câmaras das Maravilhas, podemos encontrar obras de vários artistas, como uma “nuvem” com 800 mil cristais Swarovski que flutua sobre as cabeças dos visitantes.

Playtower at Swarovski Crystal Worlds
A idade mínima para brincar na torre são 4 anos.

“As crianças”, afirma o Swarovski Crystal Worlds, “são os artistas, visionários, sonhadores e investigadores do amanhã”. Por isso, incluiu estruturas exclusivamente para elas, para que possam desenvolver todas as suas capacidades ao escalar a torre dos jogos, brincar no parque ou perder-se no labirinto em forma de mão (gigante), criado por André Heller. A empresa norueguesa Snøhetta desenhou a torre, cujo interior aloja quatro áreas de jogo distribuídas por diferentes níveis e que são acessíveis trepando por uma rede com um pouco mais de 14 metros.

Festival of Light at Swarovski Crystal Worlds
Durante o Festival de Luzes, a Nuvem de Cristal e a Piscina de Espelho convertem-se no palco de um show luminoso.

Durante todo o ano organiza também workshops e eventos para a família, como o Festival das Luzes, que se realiza entre janeiro e fevereiro deste ano. O mais musical decorre de 19 a 27 de maio, com o festival Music in the Giant. Na sua 14.ª edição, vão participar artistas de vários pontos do mundo, como Jerusalém e Berlim, para tocar música clássica e contemporânea, de Schubert até aos nossos dias. As suas notas soarão num ambiente mágico, de cristal, sempre sob o olhar atento do Gigante.

Artigos relacionados

Arquitetura natural em Innsbruck

Zaha Hadid ou a Mãe Natureza? Ambas disputam o orgulho de ter criado a obra mais impressionante da capital do...

Porque Viena sempre foi cool

Em Viena pode ser a Imperatriz Sissi e comer bolo Sacher enquanto passeia pelos palácios. Ou pode ser Christina Steinbrecher-Pfandt,...

A caravana mais chique

Quer conhecer a sensação de viajar numa caravana sem renunciar à comodidade de um hotel? Esta é a modalidade de...

As vantagens do verão austríaco

Passear por um glaciar e mergulhar (sem neopreno) num lago de águas cristalinas. Tudo no mesmo lugar? Em Zell am...