Portada

O templo perdido de Ta Prohm

Artigos relacionados

  • DCIM113GOPROG0141987.
    Cruzou os céus de mais de 40 países de parapente e foi o primeiro a voar durante uma aurora boreal. Aos 33 anos continua a procurar novos desafios, como realizar o primeiro voo sobre a Antártida.
  • Foto destacada
    A capital de Zhejiang pode gabar-se e gaba-se de ser a cidade mais sustentável do gigante asiático. Tem bons motivos: os parques e o lago do Oeste.
  • 001_Destacada_y_Portadaa
    O parque nacional mais antigo de África é casa para mais de 1100 espécies, incluindo os gorilas de montanha. Após anos de conflitos, o local volta a abrir-se ao turismo.
  • 001_DESTACADA_shutterstock_78020143_1a
    Que motivos existem para visitar as Ilhas Caimão, mesmo que não tenha milhões para abrir uma conta no banco? No quinto centro financeiro do mundo não se deposita apenas dinheiro.
  • 001_DESTACADA_shutterstock_349948772aa
    Para fazer terapia não é preciso passar pelo divã de um consultório. No Japão, o melhor método anti-stress é passear entre as árvores com os cinco sentidos bem despertos.
  • Imagen-destacada
    A capital mundial da festa pode transformar-se num oásis só para dois. Mostramos-lhe o lado menos conhecido da ilha da farra.
  • 001_DESTACADA_35b
    Situada 400 m abaixo do nível do mar, Mujib é a Reserva Natural com a menor altitude do mundo. Ainda que na sua garganta se vivam aventuras à altura.
  • Foto destacada
    Já não tem desculpa: pode cumprir a promessa de levar a sua cara-metade até Ushuaia, na Argentina, a cidade mais austral do planeta.
  • f_01_destacada
    Para percorrer juntos a estrada da Amizade é preciso ser-se muito mais do que amigos. Liga a capital do Tibete a Catmandu e a sua altitude média ronda os 4000 m.
  • Foto destacada. shutterstock_245000143
    O Serviço de Parques Nacionais dos Estados Unidos da América comemora 100 anos. É a melhor altura para visitar qualquer um dos 58 parques à sua guarda. De certeza que encontrará um à sua medida.
  • Imagen-destacada
    O Trilho dos Gobbins, parte da rota costeira de A Calçada, resnasce com novas estruturas, mas mantendo a essência eduardiana.
  • Imagen-destacada
    A rodagem demorou mais do que o previsto e a neve acabou por se derreter. Foi necessário viajar até ao “fim do mundo” para encontrar o local perfeito. Foi assim que chegaram a Ushuaia.
  • Esta página web utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços, analisando a navegação com o Google Analytics. Os dados pessoais não são consultados. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.

    Revista Passenger 6A

    Receba a nossa revista mensal

    Quais os destinos Passenger que gostaria de descobrir no futuro?

    Nós apreciamos as suas sugestões!