>>>O bife de 3000 euros

O bife de 3000 euros

Com apenas 25 anos é o líder visível da empresa que revolucionou o conceito de carne tradicional. Alexandre pertence à sexta geração de açougueiros de Polmard. Conseguiu convencer chefes como Guy Savoy, mas qualquer pessoa pode comprar os seus produtos pela internet ou na sua boutique parisiense. O côte de boeuf, ou bife de costela, do ano 2000, é a estrela. Pode chegar a custar 3000 euros.

O segredo está na criação e na investigação, uma tradição familiar. Puseram a tecnologia ao serviço do paladar, graças ao método de hibernação: soprar ar frio a uma velocidade de 120 km por hora a uma temperatura negativa de 43 °C. Assim a carne mantém-se em perfeitas condições durante um tempo ilimitado. A próxima novidade? Ecrãs, nas suas lojas, com imagens em direto da quinta.

Artigos relacionados

Sarlat gourmet: direto ao fígado

A capital do Périgord Noir francês visita-se com gula. Joias gastronómicas, como o foi-gras de ganso, atraem todos os anos...

Paris às escuras

Há um lugar onde não chegam as luzes da Torre Eiffel, nem os néons do Moulin Rouge. Pegue numa lanterna...

Grasse cheira a rosas

A jasmim, a lavanda e a mimosas. A capital mundial do perfume descobre-se melhor com o olfato, mas não vai...

Bem-vindos à festa do Rei Sol

Graças ao Festival de Versalhes (de 14 de maio a 14 de julho), o palácio francês recupera o seu esplendor...

De bicicleta nos anos 30

Sabe a vinho, soa a Edith Piaf e o vento do sul bate-nos no rosto. Estamos em França, com certeza,...

Dormir como Luís XIV

Se alguma vez perguntou como seria dormir num palácio é natural que o possa fazer no mítico Versalhes, onde três...