>>>Hotéis para mitómanos

Hotéis para mitómanos

Foram os lares de autênticas celebridades, testemunhos mudos da genialidade deles e de um ou outro affaire.
 
O que faz um cavalo na suite presidencial do hotel Le Meurice? Apenas Salvador Dalí seria capaz de responder, uma vez que foi ele quem pediu para colocarem o cavalo ali. O excêntrico pintor foi hóspede fiel deste palácio parisiense, situado entre a Place de Concorde e o Louvre. Durante três décadas, o pintor espanhol viveu ali um mês por ano. “Estava louco”, assevera William Oliveri, mestre de cocktails, que leva meia vida atrás do balcão do bar. Serve todos os dias o ‘Gala e Dalí, com morango, vodka e menta, uma bebida em honra do pintor. “Pagava às empregadas de limpeza para lhe caçarem moscas no Jardim das Tolherias”.
Com 20 quartos, L´Hôtel é o hotel de cinco estrelas mais pequeno da capital francesa.
Foto: © Amy Murrell

Um hotel para corajosos

Stephen King inspirou-se no quarto 217 do hotel The Stanley (Colorado) para escrever O Respelendor, número um em vendas depois da sua publicação. A sua situação nas Montanhas Rochosas dá-lhe um ar de mistério, perfeito para o Stanley Film Festival, um evento para apaixonados pelo cinema de terror.

Os sete andares do emblemático edifício combinam a opulência do século XVIII com o estilo moderno refletido também nos quartos. Dalí escolhia o 106-108, o mesmo que ocupava o rei Alfonso XIII de Espanha. “Quero o trono onde sua majestade assentava o cú real!”, reclamou o artista surrealista quando substituíram a retrete original por uma nova. Hospedar-se neste quarto custa quase 7000€ por noite.
O quarto 411 do Jumeirah Pera Palace (Istambul) é o mais pedido. Nele se hospedou, entre 1926 e 1932, Agatha Christie para concluir a escrita de Um Crime no Expresso do Oriente. Quem o confirma é a médium contratada pela Warner Bross, a empresa que comprou os direitos para realizar um filme sobra a rainha do suspense. Aproveitaram esta revelação para explorar a imagem da escritora com la suite Agatha Christie e um restaurante que também tem o seu nome. Baseia o seu cardápio nos pratos típicos das cidades por onde passa o Orient Express. Todos os dias alguém pede ao porteiro do hotel mais antigo da Turquia para dar uma espreitadela ao quarto 411, cuja decoração combina cores escuras e bordô para criar a sensação de mistério. Está sempre ocupada, mas os visitantes podem aceder ao hall e ver o segundo elevador de madeiro mais antigo da Europa.
The Stanley prevê abrir proximamente um museu temático de terror.

O luxo informal do hotel Raffles

Por este estabelecimento de alto nível passaram Ava Gardner, Charles Chaplin Elizabeth Taylor ou Somerset Maugham. No seu Long Bar é tradição sujar o chão com cascas de amendoim.

No californiano Beverly Hills Hotel tentaram proteger a intimidade dos seus hóspedes ilustres, mas por ocasião do seu centenário fou publicado um livro que revela os seus segredos. The Beverly Hills Hotel – The First 100 Years conta que Elizabeth Taylor celebrou seis luas de mel no bungalow 5. Marilyn Monroe teve um affaire com Yves Montand, no número 21, depois da rodagem de Let’s Make Love. Marlene Dietrich deixou-se fotografar pela imprensa com umas calças no balcão do bar, desafiando o código da indumentária que exigia saia às mulheres.
O hotel Raffles está qualificado como Monumento Nacional.
“Morro como vivi, acima das minhas possibilidades”. Palavras deixadas escritas por Oscar Wilde ao lado da conta por pagar no L´Hôtel, situado no bairro latino de Paris, onde o escritor viveu até morrer. Frank Sinatra, Grace Kelly, Elizabeth Taylor e Jim Morrison também foram hóspedes neste hotel. Em 1967 o hotel foi remodelado por completo, sem preservar o quarto 16, onde o irlandês olhou para a parede e disse: “Bem, um de nós tinha que se ir embora”. Como o sabemos? Porque as paredes não falam, mas o paquetes sim.
 

Artigos relacionados

O luxo mais selvagem de África

Os “cinco maiores” atrativos típicos da savana – o leão, o leopardo, o elefante, o rinoceronte e o búfalo –...

Caçadores de grafíti

Capturar a cor na uniformidade da tela urbana e encontrar as melhores obras escondidas em muros e fachadas. Eis o...

Casar-se como uma celebrity

Nem todas podemos casar com George Clooney, mas podemos sim realizar a cerimónia no lugar onde este celebrou o seu...

Um mergulho à beira do abismo

As Cataratas Victoria são um autêntico espetáculo em si mesmo, mas os viajantes mais intrépidos não têm de se conformar...