>>>Maldivas para românticos (e menos românticos)
Foto: Ishan @seefromthesky/Unsplash

Maldivas para românticos (e menos românticos)

Confesse: casar é só uma desculpa para viajar até às Maldivas. Antes de começar a organizar o banquete, contamos-lhe o motivo pelo qual já não é preciso ir de lua-de-mel para nadar no paraíso.
R

econhecemos que adoramos os trópicos, sobretudo quando há águas azul-turquesa, redes e areia fina. Mas temos más noticias para vocês, honeymooners: deixaram de ser os únicos convidados para o espetáculo natural que são as Maldivas. Cada vez mais viajantes escolhem este arquipélago no meio do Índico como destino para uma viagem de prazer. Assim, como loucos. Sem ter dito o “sim”, nem nada.

Solo travelers, yoguis de retiro espiritual e millennials cativados por influencers são os novos recém-chegados às cabanas flutuantes que tantas vezes vimos em fotografias. Um luxo cada vez mais acessível, onde a água é tão cristalina que não é preciso mergulhar para ver os peixes que nadam entre os passadiços de madeira. O caminho da praia está coberto de palmeiras e o sol brilha todos os meses do ano, embora durante a época das monções apareça entre um aguaceiro e outro.

Kudaahuvadhoo, Maldivas
A estação seca das Maldivas é de dezembro a abril.
Foto: Ishan @seefromthesky/Unsplash

Piscinas infinitas e spas subaquáticos

O primeiro underwater spa do mundo foi inaugurado nas ilhas Maldivas. Os tratamentos são duplamente relaxantes, graças a duas enormes vidraças que permitem ver tudo o que acontece debaixo de água. Outra forma de relaxar é dar um mergulho nas infinity pools, disponíveis nas vilas dos resorts.

A fama deste arquipélago está mais do que justificada. A nível geográfico e topográfico não existe outro comparável. É composto por cerca de 1190 ilhas e bancos de areia, que se situam no alto de uma cadeia montanhosa subaquática. Cada ilha está rodeada por uma lagoa e protegida por um recife que atrai centenas de espécies. Não é de estranhar que uma das atividades principais nas ilhas Maldivas seja o snorkel. Os hotéis costumam alugar o equipamento necessário e oferecem excursões para praticá-lo para lá das lagoas.

A sua rica diversidade marítima transformou-o num dos melhores lugares para mergulhar do mundo. A Reserva da Biosfera do atol Baa, distinguida pela Unesco em 2011, é um dos lugares mais populares. Fica a norte da capital, Malé, e é composta por 75 ilhas, sendo dez resorts. Além de 250 espécies de coral e 1200 tipos de peixes, destaca-se por uma abundante população de tartarugas marinhas, jamantas, tubarões-baleia e peixes voadores. Também acessíveis desde Malé, recomendamos HP Reef, Manta Point e, para mergulhadores experientes, Banana Reef, o mais indicado para “encontrar Nemo” e outros peixes coloridos.

Water Villa en Maldivas
Nas Maldivas triunfam as luxuosas water vilas privadas, com acesso direto ao mar.
Foto: Ishan @seefromthesky/Unsplash

Existem outras atividades para tirar o máximo partido do paraíso. Os desportos aquáticos são a opção mais fácil num país onde 99% do território é água. Excursões de caiaque, aulas de surf e as inovadoras scooters subaquáticas estão disponíveis em muitos dos hotéis. Mas numa viagem de prazer nem tudo é aventura e emoções fortes. O viajante vai às Maldivas para se desligar do mundo, presentear-se com um spa do hotel e fazer uma sesta numa rede, de onde se levanta sem saber onde está. E para isso não é preciso ter passado antes pelo altar.

Ithaa Restaurant en hotel Conrad Maldivas Rangali Island
O M6m não é o único restaurante subaquático das Maldivas. O Ithaa Restaurant, em Rangalifinolhu, é outro dos mais conhecidos.

Mesmo se estiverem apaixonados, não se preocupem, pois continuam a existir casais. E muitos! Não só de lua-de-mel. Há quem escolha as Maldivas para pedir em casamento, tal como aconteceu no restaurante subaquático M6m, do resort OZEN by Atmosphere, em Maadhoo, no mês passado. Uma sereia e um mergulhador fizeram de cupidos e surpreenderam a futura noiva do outro lado do vidro, com um cartaz que dizia “Queres casar comigo?”. Aprendam com eles, românticos do mundo: este casal vai às Maldivas antes e depois do casamento (Ela disse sim).

Artigos relacionados

A costa branca da Alemanha

Rügen, a maior ilha do país germânico, esconde um extenso litoral com vista para o Báltico e que foi inspiração...

Nadar como uma sereia

Romper a fronteira entre a realidade e a fantasia para dar vida a estes seres mitológicos. Do Mediterrâneo ao Pacífico,...

A ilha que não conquistou Napoleão

Patria de exiliados, como Napoleón, la isla de Santa Elena es hoy es un paraíso subtropical ideal para submarinistas. Su...

Ibiza torna-se íntima

A capital mundial da festa pode transformar-se num oásis só para dois. Mostramos-lhe o lado menos conhecido da ilha da...