>>>Os melhores lugares do mundo para as fotografias de casamento
Foto: James Frost

Os melhores lugares do mundo para as fotografias de casamento

O cenário pode ser a diferença entre um casamento convencional e um extraordinário. Com certeza ambos serão inesquecíveis, mas o segundo terá melhores fotografias.
N
ão é a mesma coisa tirar uma fotografia no altar ou na catarata islandesa de Seljalandsfoss. Ou debaixo de um manto de estrelas no Yosemite National Park californiano. São alguns dos lugares escolhidos para dar o nó e levar a arte da fotografia de casamentos a outro nível, que o website especializado Junebug Weddings compilou, graças ao seu concurso fotográfico. São 50 imagens que percorrem o mundo de beijo em beijo. Nestas, os casais de recém-casados olham-se nos olhos como se não existisse nada mais no planeta. Algo difícil de entender se tivermos em conta a paisagem privilegiada que os rodeia. Montanhas e estradas desertas, mas também cenas urbanas congeladas num momento único. Também não faltam os clássicos, como a Torre Eiffel ou a Estação Central de Nova Iorque. São apenas uma pequena amostra dos milhares de fotografias enviadas para esta edição.
A catarata Seljalandsfoss, com 60 metros de altura, é uma das poucas que podemos ver do interior.
Foto: Virginia & Evan Studios

Amor no paraíso

Os casamentos em lugares paradisíacos não são apenas para celebrities. Alain Brin, especializado em enlaces tropicais, demonstra-o com a fotografia de um casal rodeado de cardumes de peixes, na Turtle Bay Beach, Ilhas Virgens. Outras imagens em cenários exóticos são das Seicheles, Fiji ou Varanasi, na Índia.

A Islândia é um dos lugares preferidos para quem procura a natureza exuberante e o romantismo selvagem para o “dia mais feliz da sua vida”. Elizabeth e Brian, que queriam encontrar um lugar “belo, aventureiro e único”, elegeram a terra do gelo. “Também esperávamos vislumbrar as luzes do norte”. Tiveram sorte, brilharam na sua noite de núpcias. Mait, da M&J Studios, estava atrás da câmara para imortalizar o momento. Para ele e para a sua assistente também foram dois dias muito especiais.
A sessão de fotografia incluiu vários locais, entre os quais o lugar mais radical que alguma vez tinham visitado. A caminho do lago glaciar de Jökulsárlón decidiram visitar uma gruta de gelo. “Forma-se no outono e é única e diferente todos os anos, pois na primavera derrete completamente. Estar ali em março foi um milagre”. O milagre não passou desapercebido ao júri que incluiu uma das fotografias desta gruta na sua seleção dos melhores destinos de casamento de 2016.
Elizabeth e Brian percorreram parte do sul da Islândia para completar o seu álbum de fotografias
Foto: Mait Jüriado

I will always love you

Por muito que o tempo passe, há lugares que nunca deixam de estar na moda para se jurar amor eterno. A Capadócia, na Turquia; Veneza e Cinque Terre, na Itália; ou Santorini, na Grécia, têm sido alguns dos destinos românticos clássicos a juntarem-se à lista. E continuam a apaixonar-nos.

Os mesmos recantos solitários, mas na outra ponta do mundo. A Nova Zelândia e a Austrália são outras das opções preferidas dos amantes do inóspito. Como Maria e Pat. James Frost fotografou-os a desafiar as ondas em Bombo Headland Quarry, na Nova Gales do Sul. As gigantescas colunas de basalto recordam a irlandesa Calçada dos Gigantes, mas banhada pelo mar da Tasmânia. Para aqui chegar temos de nos desviar da Kiama Coast Walk, que percorre outros lugares dignos deste peculiar álbum de fotografias de casamento, como o parque nacional Rock Cathedral ou o géiser de Kiama. A 11 horas e a mais de 1000 km casaram Angie e Doug. Toowoomba, em Queensland, oferece uma paisagem de planura campestre.
O avermelhado do Wild Horse Canyon, no Utah, inspirou o fotógrafo Ethan Watts.
Foto: Ethan Watts/ Light&Co
A mãe da noiva acompanhou o fotógrafo Van Middleton no jeep e ajudou-o a escolher os sítios “que Angie e a sua família sentiam ser especiais”. Este detalhe é transmitido pela sua imagem vencedora, com os esposos a abraçarem-se debaixo de uma árvore gigantesca. Talvez a mesma, onde deram o primeiro beijo ou gravaram as suas iniciais.

Artigos relacionados

Fotografar um glaciar como nunca se viu

A beleza das grutas do glaciar islandês de Vatnajökull é revelada nas imagens captadas pelo fotógrafo Mikael Buck com uma...

Uma ilha pré-histórica entre as nuvens

Entre o Brasil e a Venezuela emerge o monte Roraima, uma meseta pré-histórica com “hotéis” e jacuzzis naturais.

Casar-se como uma celebrity

Nem todas podemos casar com George Clooney, mas podemos sim realizar a cerimónia no lugar onde este celebrou o seu...

Dançar nas ruas de Havana

As cidades são as suas pessoas. E para o fotógrafo Omar Z. Robles são os seus bailarinos, que fotografa em...