>>>Próxima paragem: Futuro

Próxima paragem: Futuro

É um pássaro, é um avião? Não! É o Hyperloop, o primeiro comboio que voa a 1200 km por hora: se pestanejar, já o perdeu.
A
penas 30 minutos. É o tempo que demora a atualização da última versão do Windows ou a duração do nono álbum dos Beatles, Yesterday and today. Também é aquilo que vai durar uma viagem de Los Angeles a São Francisco em 2021. Metade do atual percurso em avião: 600 km em meia hora. A ligação entre as duas cidades será a primeira linha do comboio supersónico, desenvolvido pela empresa norte-americana Hyperloop One. Atingirá os 1200 km por hora, o que são más notícias para o japonês Maglev, até agora o comboio mais rápido do mundo. O Hyperloop terá o dobro da sua velocidade recorde.
O teste previsto para finais do ano, com a cápsula e a velocidade real, vai custar 80 milhões de dólares.

Os números do Hyperloop

A separação entre as cápsulas será de 37 km e terão um intervalo de saída de dois minutos. A largura da cápsula será de 1,30 m, enquanto a altura rondará os 1,10 m. Nesta vão poder viajar até 28 passageiros.

A opção pela janela ou pelo corredor será coisa do passado. Os passageiros viajarão em cápsulas especiais de alumínio que levitarão a pressão muito baixa no interior de uns tubos, apoiados em pilares. Como? O sistema é similar ao do avião, que se move a 900 km por hora. Esta velocidade é possível porque quanto maior for a altura, menor será a resistência ao ar. A ideia de Hyperloop One é recriar o mesmo ambiente: a cápsula viajará pelo interior de um tubo pressurizado. Uma tecnologia futurista que dá prioridade ao respeito pelo ambiente através de energias renováveis: solar, eólica e cinética. Torna-se realidade o sistema de tubos de transporte de Futurama, uma vez que na série animada de Matt Groening os indivíduos de uma grande cidade do século 31 evitam o trânsito viajando por tubos pneumáticos a uma supervelocidade.
“É um híbrido entre um comboio de alta velocidade, um Concorde e uma mesa de hóquei sobre o ar”. Assim define a sua ideia o sul-africano Elon Musk, um visionário tecnológico que começou a gerar o seu projeto em 2013. Não é a sua primeira ideia genial. Além de fundar a PayPal, fabrica carros elétricos e envia provisões para Estação Espacial Internacional utilizando os seus foguetes privados. “Elon Musk vai mudar o futuro da Humanidade. Doar-lhe-ia toda a minha fortuna”. Assim se refere a ele Larry Page, CEO e fundador do Google.
Também se pretende desenhar cápsulas maiores para transportar veículos.
O comboio estará preparado para transportar carga em 2019, depois de superar o primeiro teste no deserto do Nevada. A equipa passou da teoria à prática com a construção de uns carris, onde um protótipo do tamanho de um carro atingiu os 190 km por hora em dois segundos. Em finais deste ano está previsto um teste à escala e velocidade reais num tubo de 2 km de comprimento. São os primeiros testes de um projeto concebido para transportar mais de 10 milhões de pessoas por ano. Onde? O Hyperloop começará a funcionar na Califórnia, mas, segundo as palavras do seu inventor, qualquer troço inferior a 1500 km será rentável.
Segundo Elon Musk, o Hyperloop será o quinto meio de transporte, depois do comboio, barco, carro e avião.
Quanto? O Hyperloop soa a preços tão exorbitantes como a sua velocidade, mas é precisamente o contrário. “A utilização de um sistema de levitação elimina a necessidade de estações elétricas. Por isso, este sistema manterá os custos de construção baixos”, garante o diretor da startup, Bibop Gresta. Musk calculou que o custo da ligação de Los Angeles a São Francisco seria de 6000 milhões de dólares, o que significaria para o viajante uma despesa de 20 USD por um bilhete de ida. Uma quantia insignificante para tornar realidade, ou quase, o desejo tão ansiado por todos: o teletransporte.

Artigos relacionados

As caravanas dos hipsters originais

Uma caravana de alumínio, estilo anos 70, avança por um deserto repleto de catos. Não é uma revista de moda...

Harry Potter muda-se para a Califórnia

A magia de Hogwarts chega à Universal Studios Hollywood de Los Angeles com a inauguração do parque The Wizarding World...

O universo purple de Prince

O refúgio criativo do cantor de Purple Rain abre as portas aos fãs e mitómanos. Conheça de perto Paisley Park,...

O festival dos ricos e famosos

Entre as palmeiras e as colinas da cidade de Indio, a uns 200 km a este da Califórnia, celebra-se o...