>>>Rio de Janeiro a 360 graus

Rio de Janeiro a 360 graus

Três horas o separam do melhor panorama sobre a capital do Carnaval brasileiro. É o tempo que demora a subir à Pedra da Gávea.
S
e há algo que torna o grande rochedo do Parque Nacional da Tijuca (conhecido como Pedra da Gávea) famoso é a sua posição privilegiada. Dali consegue-se ver o Rio de todos os ângulos. O nome do local foi dado pelos exploradores portugueses quando chegaram ao seu sopé, em 1502. Gávea significa “ninho do corvo”, o nome dado ao posto de vigia existente no alto do mastro principal dos barcos.
Vistas do Rio de Janeiro da Pedra da Gávea
RiodeJaneiro_Photography

Uma alternativa mais fácil

Se não se sentir preparado fisicamente para enfrentar o desafio da subida à Pedra da Gávea pode optar pela subida à Pedra Bonita, a sua irmã mais pequena. O caminho é mais fácil e demora menos de uma hora a alcançar o cume.

Para subir a este “ninho do corvo” não precisa de saber voar, mas quase. A rocha tem uma altura de 842 metros acima do nível do mar, quase três vezes a altura da Torre Eiffel. A dificuldade para alcançar o cume deste monólito de gnaisse e granito não é só uma questão de altura. A subida é feita por trilhos inclinados e rochas escorregadias. Alguns dos troços, como o da Carrasqueira, requerem mesmo equipamento de montanha. Trata-se do maior desafio da subida: uma parede de 30 metros, quase vertical, na qual é imprescindível, além de cordas e calçado especializado, o auxílio de um guia experiente.
Não são apenas os entusiastas da caminhada e do trekking que se deixam seduzir pelo monólito, localizado na margem do maior mar do mundo. Arqueólogos e curiosos também não resistiram à força enigmática da Pedra Gávea. A erosão causada pela proximidade do oceano e a exposição ao vento geraram formas sinuosas que lembram o rosto humano, conhecido como Cabeça do Imperador. Uma áurea de mistério envolve este imperador de pedra. Reza a lenda que foi obra da antiga civilização fenícia, concretamente do rei Bazdir, daí ser conhecida como “a esfinge do Brasil”. Mas também se conta que a origem do penedo foi obra de extraterrestres e até que existe uma porta para outras dimensões, entre as suas gretas.
Cabeça do Imperador
Seja a curiosidade pelo natural ou pelo sobrenatural, o certo é que subir ao cimo da Pedra da Gávea atrai viajantes de todo o mundo. Uma vez alcançado o cume nada há que o impeça de desfrutar da beleza que rodeia o Rio de Janeiro: o Corcovado, o Pão de Açúcar, a Floresta da Tijuca a seus pés e, do outro lado, o oceano Atlântico. Isto se por acaso pensar em descer.
O Bondinho ou teleférico do Pão de Açúcar
AnaMigliari

Artigos relacionados

O Rio 2016 já aquece os motores

O evento desportivo do ano acontecerá, pela primeira vez, na América do Sul. A cidade brasileira prepara-se para acender a...

Rock in Rio regressa em grande

A Cidade do Rock abre de novo as suas portas de 15 a 24 de setembro. Mais de 100 artistas,...

O esplendor alpino do Grand Train Tour

Quem nunca sonhou com um passeio por paisagens verdes, lagos cristalinos e pequenas aldeias de conto de fadas? Percorrer de...

Lalibela: a Jerusalém etíope

Nas montanhas de Lasta esconde-se a cidade monástica de Lalibela, cujos templos foram esculpidos em rocha vulcânica com a finalidade...