>>>Viajar sem sair do sofá

Viajar sem sair do sofá

Através de um ecrã, o Google Street View transporta-nos para os lugares mais recônditos do planeta sem termos de sair do sofá. A sua última aventura? As ruínas de Petra, pela mão da rainha Rania da Jordânia.
A cidade cor-de-rosa foi esculpida na pedra do vale de Aravá, na Jordânia, há mais de 2000 anos. Fundada pelos nabateus alberga um conjunto arqueológico valioso. Até aqui não acrescentamos nada de novo a não ser transmitir a informação que qualquer um pode encontrar ao escrever ‘Petra’ num motor de busca da Internet. Mas agora, graças ao Google Street View, é possível conhecer tudo o que se esconde por de trás da imponente fachada principal de Petra. Pronto para viajar sem sair do seu sofá? A rainha da Jordânia oferece-se para ser a sua guia, enquanto caminha pelos becos estreitos daquela que é considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo.
Os carros do Google usam tecnologia laser para determinar as distâncias e construir imagens 3D.
Foto: Irina Palei / Shutterstock.com

Torne-se um explorador Google

A empresa procura voluntários que a ajudem a traçar o seu mapa 3D do mundo. Para isso emprestam a câmara Trekker. Sem esquecer que a ferramenta mais valiosa da Google são os próprios utilizadores, que podem partilhar as suas fotografias panorâmicas. Quanto mais fotógrafos, melhor. Ainda há muito mundo (virtual) por descobrir.

Vai parecer-lhe que os seus pés pisam a terra avermelhada. Procure cada sombra e avance por este percurso virtual através de imagens panorâmicas. Não se esqueça de parar no Grande Templo, entre em cada recanto da pequena Petra e espante-se com as centenas de tonalidades do Triclinium. Vai desejar dar mil e uma voltas a cada imagem panorâmica, para não perder nenhum pormenor. Enquanto caminha pelo Siq, vai surpreendê-lo a fachada do Tesouro. Coloque-se diante dela e gire e gire, para confirmar a sua imensidão. E não se esqueça de entrar no museu. Não tem que pagar bilhete.
A Jordânia foi o último país a juntar-se a uma lista comprida de destinos e aventuras tão apelativas como a Reserva Nacional de Samburu, no Quénia, um passeio submarino pela Grande Barreira de Coral ou a ascensão ao campo base do Evereste. A Casa Branca, o British Museum e a Sagrada Família de Barcelona, também têm as portas abertas, 24 horas por dia, à mercê de um simples clique. Prima no mapa e comece a viajar!
A primeira recompilação de imagens com Trekker fez-se no Grand Canyon do Colorado.

A máquina do tempo

O Street View não lhe permite apenas viajar até qualquer recanto do mundo presente, mas também ao passado. Na versão desta aplicação para computador permite-se aceder a uma linha do tempo que armazena todas as imagens do Google desde 2007. Vai surpreender-se ao verificar como o mundo mudou em apenas dez anos.

O continente menos explorado por esta aplicação é o africano, pelo que a galeria de Samburu é especialmente recomendável. Se nunca teve a possibilidade de fazer um safari fotográfico, chegou o momento! Os elefantes desta reserva estão protegidos pelo Save the Elephants e pelo governo local, pelo que dificilmente os poderá ver tão de perto como os mostra a Google Street View. Uma curiosidade que também está agora ao alcance de poucos viajantes é o orfanato de crias de elefantes de David Sheldrick. Poucas imagens são tão entranháveis como estas. Na categoria das imagens mais apelativas surgem as dos bancos de peixes que nadam entre a Grande Barreira de Coral australiana. Os amantes da flora e da fauna marinha podem mergulhar neste mundo e contemplar como é a vida a tantos metros de profundidade. Mergulhe entre as suas imagens e escolha o companheiro de viagem: a tartaruga ou a raia. A da Grande Barreira é uma das primeiras galerias desta aplicação, pelo que é um bom ponto de partida para começar a sua visita virtual pelo ‘planeta Google’.
O Google atualiza periodicamente as suas imagens. Podem consultar-se as antigas na sua linha do tempo.

Artigos relacionados

O futuro da gastronomia está aqui

Quem necessita de frigideiras quando tem uma impressora 3D? Foi a perguntam que fizeram na Food Ink, especialistas em combinar...

Próxima paragem: Futuro

É um pássaro, é um avião? Não! É o Hyperloop, o primeiro comboio que voa a 1200 km por hora:...

FOTOS AQUI NÃO

Na entrada está pendurado o cartaz “Proibido tirar fotografias” ou, simplesmente, “Proibida a passagem”, mas para os ouvidos dos fotógrafos...

VSS Unity, rumo ao espaço

Stephen Hawking deu o nome à nave que levará seis felizardos turistas às estrelas. A VSS Unity, através da Virgin...