>>>Visite Westworld sem gastar 40 000 dólares por dia
Numa entrevista, Jonathan Nolan, criador da série com Lisa Joy, revelou que o parque fictício media quase 1300 km2.
Foto: F8shooter via VisualHunt / CC BY-NC-ND

Visite Westworld sem gastar 40 000 dólares por dia

A série da HBO leva-nos do futuro ao Oeste Sem Lei. Humanos e robôs misturam-se num mundo sem limites, criado unicamente para satisfazer os seus visitantes.
N

ão há orientação nem livro de instruções. Averiguar como funciona faz parte da diversão”, diz a sua anfitriã, antes de entrar. Em seguida, convida-o a disfarçar-se de cowboy e a escolher um chapéu. É a primeira vez que William visita Westworld, um colossal parque temático inspirado no Velho Oeste e onde habitam centenas de anfitriões dispostos a oferecer-lhe conversa, aventuras ou sexo. São robôs com uma aparência tão humana que é impossível distingui-los dos visitantes.

Foram criados por uma equipa de programadores e argumentistas para interagirem com os hóspedes e proporcionarem uma diversão sem limites. Um entretenimento de acordo com o dinheiro que pagaram: 40 mil dólares por dia. Beber no saloon, ajudar o xerife a apanhar um pistoleiro ou participar numa batalha contra os índios são algumas das opções entre as múltiplas linhas narrativas que compõem o universo da nova aposta da HBO. A série, criada por Jonathan Nolan e produzida por J. J. Abrams, define-se como “uma odisseia obscura sobre o amanhecer da consciência artificial e o futuro do pecado”.

O Melody Ranch Studio, com os seus alpendres de madeira e portas de saloon, também foi cenário de filmes como Django Libertado.

Este rancho merece um Óscar

Por Paramount Ranch, na Califórnia, passaram centenas de atores, desde Bob Hope até Sandra Bullock. Hoje, pertence ao Serviço Nacional de Parques dos Estados Unidos da América e pode ser visitado de forma gratuita. Talvez se cruze com algum anfitrião, porque aqui também foram filmadas algumas cenas da cidade.

O Westworld da ficção cuida minuciosamente de cada detalhe, mas a produção real está à sua altura. Com um orçamento que ronda os 100 milhões de dólares –  25 só para o episódio-piloto; um elenco de luxo, liderado por Anthony Hopkins, Ed Harris e Evan Rachel Wood; e um ambiente impecável – é vista como a sucessora natural de A Guerra dos Tronos. A maioria dos cenários do parque existe e pode ser visitada.

À cidade fictícia de Sweetwater chega-se de comboio pela State Route 128, de Utah na vida real. Para filmar a cena colocaram o vagão em cima do reboque de um camião, conseguindo que o visionamento no ecrã fosse o mais realista possível. No estado do Utah encontra-se a maioria dos cenários naturais de Westworld. Como o parque estatal Dead Horse Point, cujo ponto mais alto se situa a 600 metros acima do rio Colorado. Daí, o Homem de Negro, interpretado por Ed Harris, dá rédea solta à sua crueldade numa das cenas mais impressionantes da série.

Por Castle Valley também passaram Thelma e Louise e Indiana Jones.
Foto: Scott Ingram Photography via Visualhunt / CC BY-NC

O futuro de Westworld

O Westworld foi inspirado no filme com o mesmo nome que Michael Crichton escreveu e realizou em 1973. Neste filme de culto, além do parque do Oeste existiam outros dois, um situado na Idade Média e outro na Antiga Roma.

Castle Valley e Fisher Valley são outras das paisagens de terras avermelhadas, formações rochosas e pastos, que veremos no pequeno ecrã. A primeira, a 30 minutos de Moab, já tinha sido descoberta por John Ford. Aí filmou os quatro últimos filmes, embora estes nunca tenham obtido a mesma fama que o seu Monument Valley. Para viver uma aventura sem guião convém visitar os parques nacionais de Canyonlands e Arches, cujas mesetas e quilómetros de planuras convidam a cavalgar como Dolores Abernathy.

Westworld tornou-se na primeira temporada mais vista de uma série original da HBO. A segunda estreará em 2018.

A jovem interpretada por Evan Rachel Wood é a anfitriã mais antiga do parque, por isso conhece-o bem. Todos os dias realiza as suas tarefas na povoação, cujas cenas são filmadas no Melody Ranch Studio de Santa Clarita, na Califórnia, para depois ir explorar e pintar as paisagens do Utah. Ela própria o explica numa das frases com as quais foi programada: “Algumas pessoas escolhem ver a monstruosidade deste mundo… o caos, eu escolho ver a beleza”. Ainda que seja criada por e para outros.

Artigos relacionados

Deus pôs o Oeste no Monument Valley

Utah e Arizona partilham o Monument Valley, mas este pertencerá sempre a John Ford que, mesmo não tendo o gatilho...

A ilha das máquinas

O que pode acontecer quando se junta a imaginação de Júlio Verne e a inteligência de Leonardo Da Vinci? A...

Especialidade chilena: o astroturismo

Temos o palco perfeito para desfrutar do turismo astronómico em companhia. Milhões de estrelas decoram o céu do deserto de...

“A ilha de Skye é um dos melhores lugares do mundo para andar de bicicleta”

Tem mais de 200 milhões de visitas no YouTube. No cimo de uma falésia, nas ruas da sua Dunvegan natal...