>>>Whitehaven beach: a praia ‘ecofriendly’

Whitehaven beach: a praia ‘ecofriendly’

Se as praias se catalogassem como os hotéis, Whitehaven Beach teria cinco estrelas.
V
iajamos até à Austrália. Ali esperam-nos as ilhas Whitsunday, um grupo de 74 ilhas, localizadas a norte da Grande Barreira de Coral, na costa tropical de Queensland. Whitehaven Beach é um dos destinos reservados: é uma praia de águas cristalinas e areia tão branca que se estende ao longo de sete quilómetros como um manto de neve. Coleciona prémios como quem recolhe conchas na margem do mar: a melhor praia da Austrália e do mundo, a mais limpa e mesmo a mais ecofriendly. Por isso não estranhamos que as autoridades australianas se preocupem tanto pela conservação deste pequeno pedaço que parece tirado do éden: esqueça os cigarros, se fuma, ou de levar a sua mascote, porque não está permitido nada que possa perturbar a paisagem.

A Grande Barreira de Coral

Além da casa de Nemo, que todos procuramos no filme da Pixar, a Grande Barreira de Coral é um autêntico presente da natureza que vale a pena explorar. São 2300 quilómetros de recifes de coral, no qual habitam centenas de espécies: todo um zoológico marinho.

Semelhante a um pedaço de céu caído na terra. Foi esta imagem que ajudou a tornar a Whitehaven Beach numa das praias mais fotografadas da Austrália. As sua tonalidades vibrantes apreciam-se muito melhor do céu. Por isso, os voos panorâmicos de helicóptero e hidroavião são uma das atrações principais das ilhas. Mas se é dos que prefere dar passeios pela praia acima e praia abaixo também é o lugar ideal: embora pareça impossível, a areia de Whitehaven Beach não queima, nem sequer no verão. Praias paradisíacas há muitas, mas que não lhe escalde os pés enquanto caminha é algo mais difícil de encontrar. A explicação reside na sua composição mineral, com 98% de silício, que impede que o calor se retenha na superfície e que, além disso, é responsável pela sua peculiar cor branca brilhante.

Das 74 ilhas que compõem Whitsunday, Airlie Beach é considerada a porta de entrada. Trata-se de uma pequena aldeia costeira, de onde poderá fazer excursões às demais ilhas, incluindo Whitehaven Beach, já que esta praia só é acessível de barco. Diversas companhias oferecem excursões, de um dia, de ferry ou iate de luxo. A maioria dos barcos zarpam de Abel Point, o maior porto desportivo do norte de Queensland. Também pode optar por um barco sem tripulação para navegar pelas ilhas ou sulcar as ondas em lanchas a motor ou catamarãs. Qualquer escolha é boa para chegar ao seu destino.

Por muitos dias que passe nestas ilhas faltará sempre tempo para desfrutar da variedade infinita de atividades aquáticas que oferecem. Prepare-se para que se lhe enruguem os dedos, praticando snorkel, mergulho, windsurf, kayak ou apenas avistamento de baleias. Embora não haja nada comparável ao mergulho numa das sete maravilhas naturais do mundo, a Grande Barreira de Corais.
Se está a procurar encaixar datas livres na agenda, não se preocupe: o clima tropical de Queensland faz com que os invernos sejam muito suaves, pelo que as temperaturas são ideais para desfrutar das ilhas durante todo o ano.

Artigos relacionados

O tapete de luzes do deserto

“Como a semente adormecida no deserto floresceria no crepúsculo, ao suave ritmo da luz, por baixo de um flamejante céu...

Os cães surfistas da Austrália

O melhor amigo do homem sobe à prancha, para cavalgar ondas com o dono, no Noosa Festival of Surfing.

Pelas vinhas australianas

A vida é muito curta para beber vinho mau: um fim de semana perfeito na Austrália inclui ver o entardecer...

O fim do mundo está na Tasmânia

Three Capes Track abriu ao público com a promessa de “despertar os sentidos”. A rota de trekking mais esperada pelos...