>>>Pelas vinhas australianas
Foto: Mark Higgins / Shutterstock.com

Pelas vinhas australianas

A vida é muito curta para beber vinho mau: um fim de semana perfeito na Austrália inclui ver o entardecer com os cangurus e percorrer caves idílicas. Isto é possível em Margaret River.
S
éneca dizia que o vinho “lava as nossas inquietudes, enxagua a alma e assegura a cura para a tristeza”. Dante atribuía-lhe o facto de “parecer poesia aos nossos corações”, enquanto Napoleão dizia ser aquilo que “merecemos” nas vitórias e “necessitamos” nas derrotas. Não é preciso ser filósofo, escritor ou general para reconhecer os bons atributos do vinho.
Os amantes das boas colheitas e da boa vida encontraram o seu lugar numa pequena localidade do sudoeste da Austrália: a Margaret River. No vale do rio homónimo, a 227 km a sul de Perth, capital do estado, é conhecida por se ter convertido numa importante região vinícola, com cerca de 95 caves.
A região de Margaret River recebe festivais de arte, de música e exposições.
Foto: EA Given / Shutterstock.com

E se não gostar de vinho?

Não se preocupe. Existe alternativa na primeira fábrica de cervejas da região, a Bootleg Brewery. “Um oásis de cerveja num deserto de vinho”, como eles próprios se definem. A linha abrange desde cervejas com sabor a chocolate a outras com chile ou gengibre.

Uma paixão – sentir aquele sabor, intenso ou frutado, no palato – e umas terras – verdes e férteis – que todos os anos atraem mais de um milhão de pessoas a Margaret River. Um ‘tour vinícola’, uma proposta para desfrutar de uns dias a conversar com amigos, enquanto se brinda com um Chardonnay. Manhãs agradáveis, com visitas às caves; entardeceres descontraídos, longe da tirania do tempo e da pressa. Uma sincera homenagem ao slow movement.
A história de Margaret River como zona vinícola é recente. As vinhas remontam a 1967, com a primeira plantação de vinhas comerciais. Em menos de meio século a sua popularidade aumentou, convertendo a região num anúncio turístico para quem visita a Austrália. Aqui souberam combinar a capacidade dos vinicultores e enólogos com os recursos naturais, tornando-se uma das mais importantes regiões vinícolas da Austrália, conhecida pelos seus excelentes Chardonnay e Cabernet Sauvignon. Inclui especialidades como Shiraz, Merlot, Semillón, Sauvignon Blanc, Chenin Blanc e Verdelho. Tudo isto aliado a uma zona de clima muito ameno, criando a sensação no visitante de estar a passar um fim de semana em algum lugar perdido do Mediterrâneo.
Nem tudo são uvas em Margaret River… Outro dos seus produtos estrela é o chocolate!
Foto: Sam Chadwick / Shutterstock.com

Outros encantos em Margaret River

O viajante pode ver o entardecer com um grupo de cangurus, percorrer galerias de arte, com destaque para os móveis artesanais, joalharia, cerâmica e ilustrações, ou aventurar-se nas profundidades do rio Margaret. Esta região está delimitada pela Geographe Bay, com a gruta Leeuwin-Naturaliste Ridge, a floresta de Karri ou o Cabo Leeuwin, a sul.

A Capel Vale é uma cave familiar que elabora, desde 1974, vinhos diferentes, segundo os tipos de climas e solos da zona. Desde os mais elegantes até aos mais frutados, com o lema “equilíbrio e complexidade”. A Happs, por sua vez, com cerca de trinta variedades de uva, destaca-se pelos seus vinhos doces, pela seleção sem conservantes e pelos vinhos secos. A Settlers Ridge, localizada em Cowaramup, é a única cave que certifica os seus vinhos como 100% orgânicos. A sua filosofia é produzir vinhos orgânicos de qualidade, como os Shiraz, Cabernet, Sauvignon Blanc e Chenin Blanc.
A cave Capel Vale situa-se no oeste da Austrália e a sua filosofia é combinar a comida com o vinho.
Foto: Capel Vale
“Curar tristezas, ser como poesia ou festejar vitórias” é o menos; o vinho é meramente uma desculpa para passar um fim de semana inesquecível entre vinhas e amigos.

Artigos relacionados

Proibido não pecar

Amantes da Nutella, o vosso paraíso existe! Aki Daikos e Simon Kapatos atingiram o sucesso com os seus Tella Balls,...

A jaula da morte

Nade 15 minutos com um dos maiores crocodilos de água salgada do mundo. Aterrador ou sedutor? Só poderá descobrir isso...

Fremantle: a capital australiana dos festivais

A cidade natal de Bon Scott, o vocalista dos AC/DC, é um íman para os amantes da música, da arte...

Whitehaven beach: a praia ‘ecofriendly’

Se as praias se catalogassem como os hotéis, Whitehaven Beach teria cinco estrelas.